top of page
Buscar
  • Foto do escritorProdução COPABASE

Produtos da COPABASE na 2ª Reunião Técnica do GT sobre Emprego do G20 Brasil

Foto: Matheus Damascena - ASCOM/MTE

Durante a 2ª Reunião Técnica do GT sobre Emprego do G20 Brasil, realizada em Brasília (DF) nos dias 27 e 28 de março, produtos provenientes de empreendimentos de economia popular solidária conquistaram os participantes de 50 delegações de cinco continentes.


Cada um dos 200 participantes teve o privilégio de levar para casa uma ecobag contendo delícias brasileiras, como mel, castanhas variadas e outros itens, todos frutos de projetos sociais que promovem a inclusão produtiva.


A Cooperativa de Agricultura Familiar Sustentável com Base na Economia Solidária (COPABASE) é a responsável pela produção do mel presente nessas ecobags. Esses alimentos são resultado do trabalho de produtores de cinco cidades mineiras, que integram diversas cadeias produtivas agroextrativistas.


A origem dos produtos não apenas reflete a riqueza da biodiversidade brasileira, mas também o compromisso com a sustentabilidade e a inclusão social. As ecobags foram confeccionadas pela Rede do Algodão Agroecológico Solidário, composta por 700 cooperados e cooperadas de agricultores familiares, tecelões, artesãos e costureiras de cinco estados brasileiros. Além disso, as castanhas são provenientes da Central do Cerrado, que une 17 empreendimentos cooperativos e sete parceiros de comunidades quilombolas, indígenas, extrativistas e agricultores familiares.


Esses produtos, frutos da economia solidária, foram viabilizados por meio de projetos apoiados pela Fundação Banco do Brasil, que valoriza e promove iniciativas que seguem os princípios da cooperação, autogestão, solidariedade e sustentabilidade. No Brasil, mais de 20.670 empreendimentos estão registrados sob esse modelo, envolvendo mais de 1.425.158 trabalhadores e trabalhadoras, de acordo com o Cadastro Nacional de Economia Solidária (CADSOL).


A presença e o reconhecimento internacional desses produtos não só destacam a excelência e a qualidade do trabalho realizado pelos empreendimentos de economia solidária, mas também fortalecem o papel do Brasil como um protagonista global na promoção do desenvolvimento sustentável e inclusivo.


8 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page