Castanha de Baru

O baruzeiro (Dipteryx alata), é uma árvore da família das leguminosas, nativo da vegetação do Cerrado brasileiro , o baru possui uma castanha de excelente sabor e propriedades nutricionais. O baru está fortemente ameaçado pelo desmatamento para plantio de grãos, implantação de pastagens e utilização de sua madeira. O aproveitamento dos frutos de forma correta contribui para a conservação da espécie e do Cerrado, além de melhorar a qualidade de vida das comunidades extrativistas envolvidas na coleta e no seu beneficiamento.

Benefícios:

 A castanha de baru torrada é rica em ômega 6 e 9, ácidos graxos essenciais, entre seus minerais, podemos destacar ferro, fósforo, cálcio e magnésio, possui um teor de proteínas de quase 30%, que é superior à quantidade encontrada na castanha de caju e na castanha do Pará. Além disso, seu teor de zinco torna a castanha de baru afrodisíaco, pois este é um mineral importante para a fertilidade masculina e feminina. 

Como usar: 

Em receitas culinárias, em forma de farinha ou como petisco.

Cuidado ao consumir:

É indicada para todas as pessoas, com restrição apenas nos casos raros de alergias a esta castanha.

O ideal é comer o baru torrado, já que, assim, é possível inativar os chamados fatores antinutricionais, que podem interferir na absorção de minerais como cálcio e zinco.

Risco do consumo em excesso:

Não há efeitos colaterais no consumo da castanha de baru torrada e ainda não foram descobertos problemas no consumo em excesso.

 Fontes: http://glo.bo/1MEhGbK ,  Wikipedia, fruta.com.br