Pólen Apícola Desidratado

O pólen (do grego "pales" = "farinha" ou "pó") é o conjunto dos minúsculos grãos produzidos pelas flores das angiospermas. É a principal fonte proteica da abelha, o néctar é a fonte de carboidratos e o pólen é a fonte de proteínas, minerais e lipídeos.

Benefícios:

O pólen  é o alimento mais completo e valioso da natureza, contém uma grande proporção de proteínas (16 a 40 %) contendo todos os aminoácidos essenciais conhecidos, vitaminas antioxidantes, rico em betacaroteno como a pró-vitamina A, vitamina C e a vitamina E,  também é rico em vitaminas do complexo B, também é rico em oligoelementos minerais, fibras, hormônios vegetais e tem valor nutritivo muito superior à carne ou à proteína de soja.

Como usar:

A recomendação é ingerir 5 gramas por dia, o equivalente a uma colher de sopa, mas ele não precisa ser puro, poser ser consumido com frutas, vitaminas, iogurtes.

Cuidados ao consumir

Pessoas sensíveis ao pólen não devem fazer uso do produto. Em caso de reação alérgica suspender a uso..

Riscos do consumo em excesso

Não há relatos concretos, mas deve-se atentar para a ocorrência de reações alérgicas.

Coleta 

Depois de pousar de flor em flor e retirar o pólen, as abelhas voltam para a colmeia carregadas. Cada bolota, como dizem os especialistas, ou bolinha amarela presa à pata é o mais puro pólen. A cada voo que uma abelha faz, ela volta à colmeia com duas bolotas de pólen. E elas são incansáveis, chegam a fazer 80 voos por dia. Quer dizer que cada abelha produz 160 bolotas de pólen.

Para coletar o pólen, os apicultores usam uma espécie de tela na entrada da colmeia. Os furos são tão estreitos que, para passar, as abelhas são obrigadas a derrubar os grãozinhos do lado de fora.

Mas nem todo pólen é coletado. Como a tela também tem furos maiores, dois terços da comida extraída das flores vão para dentro da colméia e se transformam no pão das abelhas.